Avaliação estocástica de vertimento de reservatórios: O caso da Barragem Acauã-PB

Allan Sarmento Vieira

Francisco Jácome Sarmento


No presente artigo, a probabilidade de vertimento de um reservatório é modelado em um espaço pentadimensional, no qual o eixo do tempo é construído utilizando-se um modelo estocástico de geração de vazões para rios intermitentes na síntese de diversas realizações possíveis do processo estocástico representativo da vazão afluente. O procedimento apresentado é empregado para a barragem Acauã, reservatório proposto como manancial de abastecimento de água complementar para Campina Grande/PB e outras cidades da região.

Download do artigo completo:

Avaliação estocástica de vertimento de r
Download • 48KB

3 visualizações0 comentário